Código: 118

Desfibrilador Externo Semiautomático ISIS Pró ( DEA ) – Instramed

Marca: Instramed Modelo: Dea Isis Pro


Preço sob Consulta

Efetue Cotação

Enviar
Avise-me quando estiver disponível

MODO MANUAL
O Isis PRO acrescenta a flexibilidade da operação manual a um equipamento DEA, permitindo que o profissional de saúde, baseado na sua experiência e na curva de ECG mostrada na tela do aparelho, possa optar pela personalização dos parâmetros de aplicação do tratamento.
Na tela sensível ao toque com excelente contraste e área de visualização, o usuário seleciona o modo de operação manual e, em seguida, a carga até 270 Joules.
A interface é simples e autoexplicativa.
O modo manual garante que o critério do socorrista possa prevalecer, assegurando o melhor tratamento possível em qualquer situação.
MODO DEA
O Isis PRO também atua como um Desfibrilador Externo Automático padrão, ou seja, pode ser utilizado por um usuário com treinamento mínimo. Basta posicionar as pás adesivas no paciente e apertar um único botão para realizar o tratamento.
Utilizando sofisticada tecnologia de Rede Neural, o Isis PRO orienta por voz, automaticamente realiza o diagnóstico da arritmia, considera as variáveis clínicas e, se recomendado, solicita a confirmação para aplicação do choque de forma segura.


CARACTERÍSTICAS
Atuação dupla: como desfibrilador manual ou DEA.
Orientação por voz e por indicadores visuais na tela LCD.
Utilização horizontal ou vertical.
Memória interna para gravação de eventos.
Conexão com PC via USB, incluindo software para download e gerenciamento dos dados.
Choque Bifásico.
Autodiagnóstico de funções e bateria.
Acesso fácil às pás para uso e reposição.

TECNOLOGIAS AVANÇADAS

Função Manual
O Isis PRO permite ao profissional de saúde a escolha dos parâmetros de aplicação do tratamento de choque. Alterne facilmente entre os modos de operação automático ou manual com um simples toque na tela.

Choque Bifásico
A tecnologia de forma de onda bifásica atua nos processos de reversão dos quadros de fibrilação ventricular e taquicardia ventricular de forma mais eficiente, porque permite o emprego de energias menores, resultando em menor lesão do miocárdio após o tratamento.

Inteligência Artificial
Inteligência artificial: diagnóstico acurado das condições do paciente, indicando ou não a aplicação do choque e impedindo o uso acidental do equipamento.

INFORMAÇÕES TÉCNICAS
ESPECIFICAÇÕES GERAIS
Dimensões:
22,0 cm (Largura).
13,0 cm (Profundidade).
29,0 cm (Altura).
Peso:
Aparelho - 2,90 kg.
Bateria interna recarregável:
Tipo: Li-ion, 14,4 VDC 4,0 A/h.
Duração: 10 horas em modo de reconhecimento de ritmo cardíaco (bateria com carga plena) ou um mínimo de 200 choques em 200 Joules (bateria em boas condições).
Tempo de carga completa da bateria (completamente descarregada): 5 horas.
Fonte do carregador da bateria:
Rede elétrica 100 – 240V/50-60H.
Consumo (máximo): Rede elétrica 1 A.
Saída: 24 VDC, 1,5 A.
Armazenamento da bateria:
O armazenamento da bateria por longos períodos em temperaturas acima de 35oC reduzirá sua capacidade e vida útil.
Escalas para desfibrilação pré-ajustadas em modo automático:
Adulto: 1o choque 150 J, choques seguintes 200 J.
Infantil: 50 J.
Armazenamento da memória interna:
100 eventos ou 2 horas de gravação do ECG.
Índice de proteção:
IPX0.
Classificação:
Equipamento energizado internamente.
Tipo CF.
Modo de funcionamento:
Operação Contínua.
Tempo máximo desde o início da análise do ritmo até a prontidão para descarga:
20 s.
Tempo máximo desde o início da operação até a prontidão para descarga na energia máxima:
25 s.
 
ESPECIFICAÇÕES AMBIENTAIS
Temperatura:
Operacional: 0 a 50oC.
Armazenamento: 0 a 70oC.
Umidade:
Operacional: 10 a 95% RH, sem condensação.
Armazenamento: 10 a 95% RH, sem condensação.
 
DESFIBRILADOR
Forma de onda:
Exponencial truncada bifásica. Parâmetros de forma de onda ajustados em função da impedância do paciente.
Aplicação de choque:
Por meio de pás (adesivas) multifuncionais.
Comandos:
Botão Painel frontal - (ligar/desligar).
Tela sensível ao toque: permite selecionar o modo manual e definir as escalas de energia.
 
Escalas para desfibrilação:
Adulto: 150 à 270 J.
Infantil: 10, 20, 30, 40 ou 50 J.
Seleção Adulto/Infantil:
Automático pelo tipo de pás.
Comando de carga:
Automático após identificar arritmias chocáveis.
Comando de choque:
Botão no painel frontal, quando piscando.
Tempo máximo de carga:
50 Joules: < 2 segundos.
150 Joules: < 4 segundos.
200 Joules: < 6 segundos.
270 Joules: < 7 segundos.
Tamanho das pás:
Adulto = área: 82 cm2.
Infantil = área: 30 cm2.
Tensão de saída máximas:
2000 V.
Corrente de saída máxima:
60 A (25 ohms).
 
NORMAS
NBR IEC 60601-1
NBR IEC 60601-1-2
NBR IEC 60601-1-6
NBR IEC 60601-1-8
NBR IEC 60601-2-4
ou IEC’s equivalentes

_____________________________________________________________________________

O DEA (Desfibrilador Externo Automático) é um equipamento microprocessado que faz a leitura do ECG do paciente, visando qual a parte da curva do batimento do coração deverá ser corrigida, sempre informando ao operador o que ele deve fazer através do alto-falante. Este aparelho é alimentado eletricamente com baterias, sendo portátil. Essas baterias alimentam uma fonte de alta tensão, e que enviam energia para um capacitor que armazena essa energia, aguardando um comando do microprocessador para ser disparada para as pás externas. A intensidade do pulso elétrico é influenciada por dois fatores, primeiro a carga do capacitor, segundo a resistência da pele (massa corporal). Alguns modelos ainda possuem um microfone, que grava todo o som externo do que está acontecendo no momento da emergência, podendo ser verificado posteriormente, juntamente com o diagnóstico de ECG do paciente e do pulso elétrico enviado.

Desfibrilador Externo Automático (DEA) é um aparelho de fundamental importância no tratamento imediato das vítimas de parada cardiorrespiratória (PCR) em ambiente extrahospitalar.
A partir do início da PCR, a cada minuto a chance de viver das vítimas diminui 10%, e se a parada for pela arritmia fibrilação ventricular, elas só serão salvas pelo procedimento de desfibrilação, sendo o DEA fundamental para o rapidamente necessário tratamento.
Experiências nos EUA e na Europa mostram a importância do DEA em locais de grande circulação de pessoas, como no aeroporto de Chicago: a utilização do DEA aumentou a sobrevida das vítimas de PCR de 2% para 56%. Descrição:É imperiosa a presença do DEA em locais de grande circulação de pessoas, como aeroportos, rodoviárias, estádios de futebol, shopping centers, ginásios esportivos e hotéis. Este trabalho pesquisa quais locais de grande circulação de pessoas na cidade de João Pessoa-PB possuem DEA e se possuem equipe treinada para realizar pronto atendimento das vítimas de PCR com utilização do aparelho.
A ausência do DEA nos estabelecimentos da cidade é fator fundamental para o aumento da mortalidade em vítimas de PCR extra-hospitalar necessitando-se aquisição do DEA por estabelecimentos públicos e privados, bem como
incentivar projetos de extensão universitária para a capacitação de funcionários dos estabelecimentos visando prestar melhor atendimento de SBV, incluindo desfibrilação através do DEA.

 

Deixe seu comentário e sua avaliação


Características


RECEBA NOSSA NEWSLETTER Cadastre seu e-mail para receber ofertas exclusivas da Saúde Shop.